quinta-feira, 9 de junho de 2011

Poema :LUCÍOLA (do livro LUCìOLA de JOSÉ de Alencar)

POEMA LUCÍOLA
Olá meus amiguinhos
Estamos aqui para falar
A história de dois jovens
Que estão prestes a se apaixonar.

Lucíola uma viciada em sexo
Só queria namorar
Fazia com qualquer um
Que aparecia por lá.

Paulo um rapaz direito
Sua casa foi visitar
Chegando lá ele logo se deparou
Com Lucíola nua na cama
O moço não resistiu e se entregou.

Desse dia em diante
Por ela ele se apaixonou
Mais com sua profissão vulgar
A todos ela se entregou.

Por muito tempo ela
Escondeu um segredo
Que só ela sabia seu nome era
Mª da Glória mais ela não usava por conta da freguesia.

O surto de febre amarela
Naquela época se espalhou
Por falta de cuidado sua irmã se infectou.

Quando seu pai descobriu
Sua profissão rotineira
Ele se precipitou e aos
14 anos de cada a expulsou.

Lucíola resolveu então largar
A profissão só queria
Saber de Paulo que morava
Em seu coração.

Como ela era Jovem
Numa noite de amor
De Paulo ela engravidou.

Por conta de uma doença
Ela não quis abortar e um dia
Paulo se surpreendeu pois
O amor de sua vida faleceu.

Obrigado pela atenção de todos
Pois acabamos de recordar a história
De Lucíola e Paulo que é espetacular.

Um comentário: