terça-feira, 27 de março de 2012

LER... LUÍS FERNANDO VERÍSSIMO

 

Ler é o melhor remédio.
Leia jornal...
Leia outdoor...
Leia letreiros da estação do trem...
Leia os preços do supermercado...
Leia alguém!
Ler é a maior comédia!
Leia etiqueta jeans...
Leia histórias em quadrinhos...
Leia a continha do bar...
Leia a bula do remédio...
Leia a página do ano passado perdida no canto da pia enrolando chuchus...
Leia a vida!
Leia os olhos, leia as mãos. Os lábios e os desejos das pessoas...
Leia a interação que ocorre ou não entre física, geografia, informática, trabalho, miséria e chateação...
Leia as impossibilidades...
Leia ainda mais as esperanças...
Leia o que lhe der na telha...
...mas leia, e as idéias virão!

O Caderno é uma Metáfora da Vida

O Caderno é uma Metáfora da Vida

quinta-feira, 15 de março de 2012

15 DE MARÇO : DIA DA ESCOLA

 A ESCOLA É...

O lugar onde se faz amigos, não se trata só de prédios, salas, quadros, programas, horários, conceitos...

Escola é, sobretudo, gente, gente que trabalha, que estuda, que se alegra, se conhece, se estima.

O diretor é gente, o coordenador é gente, o professor é gente, o aluno é gente, cada funcionário é gente.

E a escola será cada vez melhor na medida que cada um se comporte como colega, irmão.

Nada de ilha cercada de gente por todos os lados.

Nada de conviver com as pessoas e depois descobrir que não tem amizade a ninguém, nada de ser como tijolo que forma a parede, indiferente, frio, só.

Importante na escola não é só educar, não é só trabalhar, é também criar laços de amizade, é criar ambiente de camaradagem, é conviver, é se amarrar nela!

Ora, é lógico...

Mesma escola assim vai ser fácil estudar, trabalhar, crescer, fazer amigos, educar-se, ser feliz”.



PAULO FREIRE

terça-feira, 13 de março de 2012

"""POESIA É BRINCAR COM AS PALAVRAS ""

SLIDE FEITO PARA SER APRESENTADO NO PROJETO "'NOITE DA POESIA "" DA ESCOLA ESTADUAL JOSÈ CORREIA FONTAN---------em PAULO JACINTO ALAGOAS, TERRA DA FESTA DA CHITA !

segunda-feira, 12 de março de 2012

TAG DA AMIZADE DA PROFESSORA ROSÃNGELA

Os 11 blogs indicados para participar da TAG, são:


http://pro-dany.blogspot.com/

http://ivanetenunes.blogspot.com/

http://pensareagirkrika.blogspot.com/


http://profkathiabazoni.blogspot.com/


http://cirandadaaprendizagem.blogspot.com/


http://elisete-nunes.blogspot.com/

http://sosprofessor-atividades.blogspot.com/


http://orientarpedagogos.blogspot.com/


http://letradinha.blogspot.com/


http://selmacotidianomatematico.blogspot.com/


http://gostosurasesabores.blogspot.com/



As minhas perguntas/curiosidades para vocês responderem com todo carinho, são:





1-Um lugar especialTEATRO MUNICIPAL DE SÃO PAULO ONDE DANCEI VALSA EM 2007.QUANDO RECEBI UMA PREMIAÇÂO LÁ, FUI HOMENAGEADA.

2-Um sentimento primordial: AMOR AS MINHAS FILHAS.

3-Uma bela cor: VERMELHO

4-Um passatempo: LEITURA

5-Uma comida gostosa: FEIJOADA

6-Um desejo: PAZ NO MUNDO.

7- Defina DEUS: A SUPREMA BONDADE.

8-Uma grande qualidade que você tem: SOLIDÁRIA.

9-Uma viagem dos  sonhos : IR A BRASÍLIA

10-Uma música maravilhosa: FRON THIS MOMENT ON (Grandes momentos )

11-Uma arte que admira muito: A ARTE POÉTICA

 


 GOSTO  De  TODAS E DESEJO TUDO DE BOM.
http://www.recantodasletras.com.br/autores/ivanetenunes

14 DE MARÇO : DIA NACIONAL DA POESIA!


PLANO DE AULA : DIGA NÂO AO BULLYING!!!

Professor (a ) Ivanete Nunes de Oliveira



Anos 6°ao 9°


Duração ; 3 aulas ( de uma hora cada )


OBJETIVOS :


# Refletir sobre os valores ;


# Refletir sobre o Bullying ( tão presente hoje nas salas de aula )

# Despertar o senso crítico sobre o mal causado pelo preconceito


# Despertar para a valorização de si e dos outros colegas.


RECURSOS UTILIZADOS :


_ Cópias do texto : EU E O ESPELHO


_ História : O PATINHO FEIO e/ou o VÍDEO


_ Levar para a sala um espelho


_ DINÃMICA DO ESPELHO


ESTRATÉGIAS


# Motivar os alunos ( vocês devem pensar em alguém que lhes seja de grande significado )


# Utilização da DINÂMICA “”O ESPELHO “”Participantes: 10 a 20 pessoas






Tempo estimado : 30 minutos



Material: Um espelho escondido dentro de uma caixa, de modo que ao abri-la o integrante veja seu próprio reflexo.






Descrição: O coordenador motiva o grupo:


"Cada um pense em alguém que lhe seja de grande significado. Uma pessoa muito importante para você, a quem gostaria de dedicar a maior atenção em todos os momentos, alguém que você ama de verdade... com quem estabeleceu íntima comunhão... que merece todo seu cuidado, com quem está sintonizado permanentemente... Entre em contato com esta pessoa, com os motivos que a tornam tão amada por você, que fazem dela o grande sentido da sua vida..." Deve ser criado um ambiente que propicie momentos individuais de reflexão, inclusive com o auxílio de alguma música de meditação. Após estes momentos de reflexão, o coordenador deve continuar: "... Agora vocês vão encontrar-se aqui, frente a frente com esta pessoa que é o grande significado de sua vida".Em seguida, o coordenador orienta para que os integrantes se dirijam ao local onde está a caixa (um por vez).


Todos devem olhar o conteúdo e voltar silenciosamente para seu lugar, continuando a reflexão sem se comunicar com os demais. Finalmente é aberto o debate para que todos partilhem seus sentimentos, suas reflexões e conclusões sobre esta pessoa tão especial. É importante debater sobre os objetivos da dinâmica .


EXPOSIÇÃO DO VÍDEO DO YOUTUBE : O PATINHO FEIO


Na história do patinho feio, o autor descreve um universo de agressividade, desdém, preconceito e intolerância, que um ser vive constantemente diminuído, por não conhecer sua essência, sua beleza própria e sua verdade interior. Por ser diferente dos outros de sua espécie o patinho é desacreditado, colocado ao ridículo, perde a autoconfiança e suas perspectiva de futuro são destruídas.






Na vida real, comparando a história do patinho, com as diferenças, o preconceito de cor, gênero, credo ou classe social seja em casa, seja na escola Chalita diz que temos a responsabilidade e o dever de orientar nossas crianças e jovens, para a aceitação do outro, para a compreensão de que condutas preconceituosas ou intolerantes só colaboram para a degradação das relações e para o desentendimento entre as pessoas.


DEBATE SOBRE O VÍDEO (Palavra Facultada )


LEITURA COLETIVA DO TEXTO “ EU E O ESPELHO “


Um homem muito desanimado entrou na igreja, ajoelhou-se e falou com Deus:


- Senhor, aqui estou porque nas igrejas não há espelhos. Sou feio e nunca me senti satisfeito com a minha aparência.


Subitamente uma folha de papel caiu aos pés dele, vinha do alto do templo. Atônito ele a apanhou e viu a seguinte mensagem: a feiúra é invenção dos homens e não minha.


Não importa se os braços são longos ou curtos. Sua função é o desempenho do trabalho honesto.


Não importa se as mãos são delicadas ou grosseiras. Sua função é dar e receber o bem.


Não importa a aparência dos pés. Sua função é tomar o rumo do amor e da humildade.


Não importa se a cabeça tem ou não cabelo, mas sim os pensamentos que passam por ela.


Não importa a cor dos olhos. O que importa é que eles vejam o valor da vida.


Não importa se a boca é graciosa ou sem atrativo. O que importa são as palavras que saem dela. Atônito o homem foi saindo da igreja e na porta de vidro viu o seu reflexoE ali estava escrito: Veja com bons olhos seu reflexo






neste vidro e lembre-se que em tudo que existe escrito sobre mim, não há uma única linha dizendo que sou bonito. Olhe-se no espelho e veja a beleza que há dentro de você.


REFLEXÂO ( Comentários dos alunos )


AVALIAÇÂO :


Avaliação foi contínua ,


Observação da participação dos alunos : Interatividade, Motivação,Criatividade, produção de um texto,interesse e Aprendizagem.


REFERÊNCIAS ;


_CHALITA, Gabriel.Pedagogia do Amor: a contribuição de histórias universais para a formação de valores das Histórias Infantis.











sábado, 10 de março de 2012

DINÃMICA PARA AS AULAS

Existem várias maneiras para ensinar e educar crianças e adolescentes, ninguém melhor do que os professores e educadores para saber disso. Hoje em dia várias linhas pedagógicas estão adotando as técnicas de dinâmicas para motivar alunos e ensinar valores que serão aplicados no dia-a-dia e durante toda sua vida. Promova dinâmicas com seus alunos, promova a educação para um mundo melhor

quarta-feira, 7 de março de 2012

Como incentivar alunos através de Textos

  



Uma das grandes preocupações de nosso pai, quando éramos pequenos, consistia em fazer-nos compreender o quanto a cortesia é importante na vida.


Por várias vezes percebi o quanto lhe desagradava o hábito que têm certas pessoas de interromper a conversa quando alguém está falando. Eu, especialmente, incidia muitas vezes nesse erro. Embora visivelmente aborrecido, ele, entretanto, nunca ralhou comigo por causa disso, o que me surpreendia bastante.





Certa manhã, bem cedo, ele me convidou para ir ao bosque a fim de ouvir o cantar dos pássaros. Concordei, com grande alegria, e lá fomos nós, umedecendo nossos calçados com o orvalho da relva. Ele se deteve em uma clareira e, depois de um pequeno silêncio, me perguntou:


- Você está ouvindo alguma coisa além do canto dos pássaros?


Apurei o ouvido alguns segundos e respondi:


- Estou ouvindo o barulho de uma carroça que deve estar descendo pela estrada.


- Isso mesmo... - disse ele - É uma carroça vazia...


De onde estávamos não era possível ver a estrada e eu perguntei admirado:


- Como pode o senhor saber que está vazia?


Meu pai pôs a mão no meu ombro e olhou bem no fundo dos meus olhos, explicando:


- Por causa do barulho que faz. Quanto mais vazia a carroça, maior é o barulho que faz.


Não disse mais nada, porém deu-me muito o que pensar. Tornei-me adulto e, ainda hoje, quando vejo uma pessoa tagarela e inoportuna, interrompendo intempestivamente a conversa de todo o mundo, ou quando eu mesmo, por distração, vejo-me prestes a fazer o mesmo, imediatamente tenho a impressão de estar ouvindo a voz de meu pai soando na clareira do bosque e me ensinando:


- Quanto mais vazia a carroça, maior é o barulho que faz.


Observação para professores: No final da leitura o professor deverá incentivar os alunos a intrepretar o texto para ver se entenderam a mensagem e ainda no final complementar explicando que na vida todo o conhecimento que carregamos não é um peso extra mas sim conteúdo que nos tornará pessoas melhores e mais preparadas para os desafios da vida pessoal e profissional. Como complemento para a atividade sugerimos que seja aplicada uma Dinâmica de Grupo para Alunos em Sala de Aula.



segunda-feira, 5 de março de 2012

FRASES

http://www.esoterikha.com/coaching-pnl/dinamica-para-reuniao-de-professores-reunioes-com-professores.php

 


 
 Texto para Incentivar Professores - Amor no Coração


Numa sala de aula havia várias crianças. Quando uma delas perguntou à professora: "Professora, o que é o amor?".

A professora sentiu que a criança merecia uma resposta à altura da pergunta inteligente que fizera. Como já estava na hora do recreio, pediu que cada aluno desse uma volta pelo pátio da escola e trouxesse o que mais despertasse nela o sentimento de amor.



As crianças saíram apressadas e, ao voltarem, a professora disse: “Quero que cada um mostre o que trouxe consigo”.

A primeira criança disse: “Eu trouxe esta flor, não é linda?”.

A segunda criança falou: “Eu trouxe esta borboleta. Veja o colorido de suas asas, vou colocá-la em minha coleção”.

A terceira criança completou: “Eu trouxe este filhote de passarinho. Ele havia caído do ninho junto com outro irmão. Não é uma gracinha?”.

E assim as crianças foram se colocando.

Terminada a exposição, a professora notou que havia uma criança que tinha ficado quieta o tempo todo. Esta estava vermelha de vergonha, pois nada havia trazido. A professora se dirigiu a ela e perguntou: “Meu bem, por que você não trouxe nada?”.

E a criança timidamente respondeu: “Desculpe, professora. Vi a flor e senti o seu perfume. Pensei em arrancá-la, mas preferi deixá-la para que seu perfume durasse mais tempo. Vi também a borboleta, leve, colorida! Ela parecia tão feliz que não tive coragem de aprisioná-la. Vi também o passarinho caído entre as folhas, mas, ao subir na árvore, notei o olhar triste de sua mãe e preferi devolvê-lo ao ninho. Portanto, professora, trago comigo o perfume da flor, a sensação de liberdade da borboleta e a gratidão que senti nos olhos da mãe do passarinho. Como posso mostrar o que trouxe?”.

A professora agradeceu a criança e lhe deu nota máxima, pois ela fora a única que percebera que só podemos trazer o amor no coração.

Observação para uso do texto de incentivo a professores: O coordenador deverá distribuir o texto e ler em voz alta na sala dos professores e propor aos educadores que relatem histórias semelhantes que vivenciaram em sala de aula, como complemento sugerimos uma Dinâmica de Grupo para Reunião de Professores.



De : MOVIMENTO POR UM BRASIL LITERÁRIO




10 conselhos de Carlos Drummond de Andrade a um escritor iniciante

by Michel Laub

Trechos (editados) da crônica A um jovem, publicada em A bolsa e a vida (1962):

1. Não acredite em originalidade, é claro. Mas não vá acreditar tampouco na banalidade, que é a originalidade de todo mundo.

2. Não fique baboso se lhe disserem que seu novo livro é melhor que o anterior. Quer dizer que o anterior não era bom. Mas se disserem que seu livro é pior que o anterior, pode ser que falem verdade.

3. Procure fazer com que seu talento não melindre o de seus companheiros. Todos têm direito à presunção de genialidade exclusiva.

4. Aplique-se a não sofrer com o êxito de seu companheiro, admitindo embora que ele sofra com o de você. Por egoísmo, poupe-se qualquer espécie de sofrimento.

5. Sua vaidade assume formas tão sutis que chega a confundir-se com modéstia. Faça um teste: proceda conscientemente como vaidoso, e verá como se sente à vontade.

6. Opinião duradoura é a que se mantém válida por três meses. Não exija maior coerência dos outros nem se sinta obrigado intelectualmente a tanto.

7. Procure não mentir, a não ser nos casos indicados pela polidez ou pela misericórdia. É arte que exige grande refinamento, e você será apanhado daqui a dez anos, se ficar famoso; se não ficar, não terá valido a pena.

8. Se sentir propensão para o gang literário, instale-se no seio de uma geração e ataque. Não há polícia para esse gênero de atividade. O castigo são os companheiros e depois o tédio.

9. Evite disputar prêmios literários. O pior que pode acontecer é você ganha-los, conferidos por juízes que o seu senso crítico jamais premiaria.

10. Leia muito e esqueça o mais que puder. Só escreva quando de todo não puder deixar de fazê-lo. E sempre se pode deixar.