sexta-feira, 12 de julho de 2013

JÚRI SIMULADO : TIRADENTES, CULPADO OU INOCENTE ?


VOCÊ ACHA QUE COMPORTAMENTOS ALTRUÍSTAS SÃO INERENTES AO SER HUMANO OU SÂO ATITUDES QUE SE APRENDEM ? O SER HUMANO DEVE SEMPRE EXPRESSAR SUAS IDEIAS, MESMO QUE ELAS SEJAM CONDENÁVEIS PARA OS DEMAIS.

 
JÚRI SIMULADO   : TIRADENTES, CULPADO OU INOCENTE ?

 
Objetivo:  Envolver todos os alunos numa atividade de argumentação oral, operando informações que eles obtiveram durante as aulas de ARCADISMO e em outras pesquisas.

                   Apresentar argumentos coerentes com as idéias em conflito na época ( de um lado, as idéias Iluministas; do outro, as idéias Absolutista.

    JÚRI SIMULADO

Para julgar é preciso conhecer. Assim, busquem informações sobre as idéias Iluministas do século XVIII, tentando encontrar respostas a perguntas como por exemplo: Quais as idéias básicas defendidas pelos Iluministas ? Para eles, quem deveria ser representante do povo ? Qual deve ser o papel do Estado ? Devem existir diferenças de direitos entre  os homens ? O que é ser cidadão ? O que é uma lei ? E uma constituição ?

Por outro lado, essas questões eram encaradas  antes do aparecimento do Iluminismo, ou seja, durante o Antigo  Regime ? De que forma um Rei Absolutista como Luis XIV por exemplo responderia a essas mesmas questões?

Sugerimos como fontes de informações sobre essas idéias o livro O Iluminismo e os reis filósofos , de Luis R. Salinas (Brasiliense). E , sobre Tiradentes , os livros OS Sonhadores de Vila Rica- A Inconfidência Mineira de 1789, de Edgar Luis Barros (Atual) , e Inconfidência Mineira de Cândida Villares Gancho e Vera Vilhena de Toledo ( Ática).

NA BALANÇA: FATOS E ARGUMENTOS

Há muitos filmes em vídeos que tratam de justiça e tribunais. Procurem assistir alguns deles para  saber como montar um julgamento e como trabalhar os fatos para argumentar bem.Por exemplo: Julgamento em West Point de Henry  Moses;  Juramento do Silêncio de Peter Levin;  Testemunha de Acusação de Biller Wilder; A Testemunha de Peter Wei;  Amistad de Spiellberg; 12 Homens e uma sentença de William Friedkin; Questão de honra de Rob Reiner e o Veredicto de Sidney Lumet.

  QUEM SÂO AS PERSONAGENS ?

1-      Todos os participantes vivem no final do século XVIII,momento em que ocorre o julgamento dos envolvidos na Inconfidência Mineira;

2-      O juiz é um representante da Coroa Portuguesa que veio especialmente para esse julgamento;

3-      O  réu será acusado pelo advogado de acusação, de acordo com o modo secularmente se justificava uma sociedade de privilégios e de acordo com as leis então  vigentes. Essas leis levam em conta não apenas o modelo de sociedade existente no Antigo Regime, mas também a garantia de dominação da Metrópole sobre a Colônia.

4-      O advogado de defesa é uma pessoa, que, no íntimo, compactua com as idéias Iluministas  que deram  origem a Inconfidência Mineira, porém não pode se expor , senão ele também corre o risco de ser acusado de  traição .

5-      O réu TIRADENTES, assumiu toda a culpa da Inconfidência Mineira, mas sabe-se que ele não foi o único participante, nem o líder do movimento; Deve falar durante o julgamento apenas se for solicitado;

6-      Testemunhas:  serão  chamadas várias pessoas para testemunhar, entre elas Tomás Antônio Gonzaga, Maria Doroteia  ( a Marília ) e Alvarenga Peixoto;

7-      Os jurados são “”homens do bem “”da sociedade da  época: proprietários de terra, portugueses de nascimento ou descendentes diretos de portugueses. Alguns deles estudaram em Coimbra  e conhecem de perto as idéias Iluministas.

 

MONTANDO O JÚRI SIMULADO

 1 )  Em grupos pequenos de defesa e acusação, levantem argumentos. Todos devem se envolver nesse trabalho para poder julgar com segurança e conhecimento;

2 ) Elejam um (a) colega para interpretar o (a) juiz juíza); Lembrem : Um juiz deve manter a IMPARCIALIDADE, ou seja, não tomar partido nem contra, nem a favor do réu;

3)  Escolham um colega para fazer o papel do réu, ou seja, de TIRADENTES;

4)   Escolham o corpo de jurados: sete ou nove colegas;

5 )   Elejam os advogados de defesa e de acusação que já deverão ter escolhido e memorizado previamente alguns ARGUMENTOS  para dar início ao julgamento;

6  )  Escolham testemunhas que poderão ser chamadas, no momento adequado , para depor a favor ou contra;

7)    Escolham o público. Terminado o julgamento, o público poderá manifestar sua opinião , fazendo declarações a imprensa , por exemplo;

8 )  Não se esqueçam do grau de formalidade que a situação exige. Como provavelmente todos já viram cenas de tribunal em  filmes; Procurem imitar as normas de conduta  exigidas:atacar as interferências do juiz, dar a palavra ao outro, cortar a palavra do outro educadamente,  no momento que perceber que o ARGUMENTO dele , não procede. Empregar o PADRÃO CULTO DA LÌNGUA;

9)  Não se esqueçam: os jurados não falam;  Os advogados falam dirigindo-se  aos jurados e ao juiz, fazem perguntas ao RÉU e as testemunhas, mas não conversam entre si. O público apenas assiste ao julgamento; caso se manifeste, deve ser controlado pelo juiz  e acatar seu pedido de silêncio.

10) Organizem a classe, posicionando o mobiliário de tal forma que imite um TRIBUNAL . Se possível, vistam-se a caráter.

  CEREJA, William Roberto
Português: Linguagens , volume único/ William Roberto Cereja, Thereza Cochar Magalhães. – São Paulo: Atual, 2003.

 

Um comentário:

  1. SOU BRASILEIRO VIVENDO NA CHINA A 23 ANOS HOJE POR CURIOSIDADE ESTAVA PESQUIZANDO NO YAHOO E ENCONTREI ESTA FABULOZA HESTORIA DE TIRADENTE INAGREDITAVEL FOI MUITO HUTEL PARA MINHA PESSOA NESTE MOMENTO OBRIGADO CONTINUEM COM VOSAS INFORMACAES ESTAREI SEMPRE PRESENTE PESQUISANDO ESTE SIT GEORGE TAVARES CUPERTINO CHINA CHANGHAI...

    ResponderExcluir