quinta-feira, 13 de outubro de 2016

O EDUCADOR SE ETERNIZA EM CADA SER QUE EDUCA” (PAULO FREIRE).
Porvir

EU SEMPRE EU


Nova escolaclube

EU SEMPRE EU






Sou professor porque tenho fé.
Fé na vida, fé em gente, fé no que faço
Fé é a mola propulsora de qualquer atitude

EU SEMPRE EU

Entre livros nasci. Entre livros me criei. Entre livros me formei. Entre livros me tornei. Enquanto lia o livro, lia-me a mim o livro. Hoje não há como separar: o livro sou eu!"
Inajá Martins de Almeida

HOMENAGENS AO POFESSOR: EU SEMPRE EU

"Enriqueço na solidão: fico inteligente, graciosa e não esta feia ressentida que me olha do fundo do espelho. Ouço duzentas e noventa e nove vezes o mesmo disco, lembro poesias, dou piruetas, sonho, invento, abro todos os portões e quando vejo a alegria está instalada em mim."
.Lygia Fagundes Telles, no livro “As meninas”. São Paulo: Companhia das Letras, 200

segunda-feira, 10 de outubro de 2016

Por que Shakespeare é atual e Universal ?

Percurso pela Literatura Mundial

No século seguinte a morte de Shakespeare temos o surgimento  do movimento  Romãntico .Na Alemanha vamos encontra Goethe  dizendo a primeira palavra que Líder Shakespeare tornou-se um indicativo por toda vida. E ainda mais, após a primeira peça eu era como um cego de nascença que de repente, milagrosamente recebe a visão.
Caminhamos um pouco mais chegamos a França, onde encontramos Vitor Hugo que no exílio em 1864 exatamente   300 anos após o nascimento de Shakespeare vai compará-lo  ao oceano em função de sua extenção e profundidade.
Na Biografia que escreverá do Bardo ele anotará quanto ao real, insistimos nisso. Shakespeare o extravasa por toda parte, pensemos nisso, carne viva. Seguimos mais adiante e ao entrar no Modernismo Literário, encontramos James Joyce com seu Ulices que a cada 05 o 06 páginas faz uma citação de Harvard .
Mais um pouco encontro o escritor Oscar Wilde que irá dizer a arte não imita a vida, a vida imita Shakespeare, o melhor que pode.
Mas aí nos indagamos: E em Língua Portuguesa ? E chegamos a seguinte conclusão:
Fernando Pessoa com o seu “ ser por inteiro “, que na juventude seria capaz de dizer Shakespeare de cor. Ainda hoje em Lisboa podemos encontrar em sua casa a edição completa das obras todas, anotadas pelo Poeta Português.
Agora chegamos ao Brasil para encontrar Manuel Bandeira traduzindo brilhantemente Macbeth (Macbeth é uma tragédia do dramaturgo inglês William Shakespeare, sobre um regicídio e suas consequências ) . Depois dele Guimarães Rosa traveste o seu Diadorim (Diadorim é a emblemática personagem da obra de Guimarães Rosa, avatar da donzela guerreira, símbolo de uma forte renúncia)  exatamente como Shakespeare faz com as personagens femininas em quase todas as suas comédias.
Vem então Ariano Suassuna que pelo menos por duas vezes irá visitar Romeu e Julieta ( em cordéis ).
E além disso ainda temos mais : Depois de Deus, Shakespeare foi quem mais criou. O Império Britanico passará......... a República Norte-Americana passará, mas Shakespeare permanecerá. Quando não se falar mais inglês, falar-se-á Shakespeare.
Shakespeare ! Sua poesia é ele e ao mesmo tempo é você. A única explicação para o fenômeno Shakespeare, é a do gênio. Não somos  que lemos e explicamos Shakespeare, é ele que nos ler e segue nos explicando.
Shakespeare é o inventor do grande teatro da mente.
Depois de Shakespeare, ambição não é mais ambição é Macbeth..
Amor,  não  é mais amor é  Romeu e Julieta.
Dúvida, não é mais dúvida, é Hamlet.  (Hamlet é uma tragédia de William Shakespeare, escrita entre 1599 e 1601).
Shakespeare é o mais extraordinário de todos os escritores.  Pela primeira vez na história um único autor oferece um espelho capaz de refletir toda complexidade  e universalidade da existência humana em suas obras.
É  o maior escritor da literatura Universal.  O  texto também a relação da obra do autor com outras área do conhecimento, bem como da psicanálise.

 Fonte: BRITISH COUNCIL
OBSERVAÇÂO :Copiei do referido Vídeo “Por que Shakespeare continua atual